Author Archives: gustavohmo

Para desenvolvedores: atualizando o banco de dados

Recebemos alguns emails de desenvolvedores querendo utilizar os dados do Política Aberta para desenvolver novos aplicativos. Com isso, estou trabalhando para reestruturar o banco de dados, que irá incluir não apenas os dados de 2012, mas todos os disponíveis no Portal da Transparência e no TSE. Vamos desenvolver uma API também.

Por isso, estou coletando opiniões sobre a melhor estrutura de banco (normalização etc.). Se você quiser participar, dar sugestões ou mesmo desenvolver parte do projeto, entre em contato: politicaabertasite@gmail.com.

Trabalho escravo e financiamento de campanha

Como estamos na Semana Nacional de Combate ao Trabalho Escravo, resolvi fazer uma análise sobre o financiamento de campanha dos 29 deputados federais que votaram contra a PEC 438, que prevê expropriação de propriedades em que for flagrado o trabalho escravo. Analisando o financiamento de campanha desses deputados podemos tentar descobrir as influências existentes sobre suas opções políticas.

Ler mais

As doações da Odebrecht

A inauguração do Porto de Mariel, em Cuba, com recursos financiados pelo BNDES, provocou uma série de debates no Twitter. Segundo reportagens, a execução da obra está a cargo da Odebrecht, e custou US$ 957 milhões (sendo US$ 682 milhões financiados pelo BNDES). Dentre os muitos pontos do debate, levantou-se a seguinte questão: o que há de financiamento de campanha nessa história? Como está a Odebrecht, executora da obra, no ranking de doações?

Ler mais

Empresas doam para quantos partidos diferentes?

No atual debate sobre o financiamento de campanhas, um dos pontos críticos é a questão da participação de pessoas jurídicas (PJs) na política. Pode uma empresa doar para um partido? Pode-se dizer que uma empresa tem uma ideologia e, assim, está legitimada a votar com o seu dinheiro em determinado candidato? O Min. Barroso do STF criticou esse ponto da seguinte forma: “É legitimo que uma empresa financie um candidato ou partido por representar seus ideais. Mas muitos doam para dois partidos. Que ideologia é essa em que você apoia de um lado e apoia do outro? Faz-se isso por medo ou por interesse?” (Vale a pena ler a coluna do Roberto DaMatta sobre o tema).

Neste post, meu foco é o seguinte: procede a afirmação de que empresas doam para vários partidos? Para quem não quiser ler até o final, a conclusão é a seguinte: a maior parte das empresas doa para poucos partidos; mas as empresas que mais doam o fazem para muitos partidos.

Ler mais

Doações recebidas de partidos

Segue matéria do G1 que, pelo que entendi, utiliza dados de prestação de contas do partido, e não de campanhas (que é o que utilizamos aqui). É difícil cotejar os dados da matéria com os do Política Aberta, em especial porque aqui temos códigos distintos para cada setor econômico – e não tenho como saber, exatamente, quais códigos foram utilizados para a matéria do G1; mas valeria o esforço tentar descobrir. (Agora com o lançamento estamos bem enrolados; talvez depois). Segue o link:

http://g1.globo.com/politica/noticia/2013/09/construtoras-sao-fonte-de-55-das-doacoes-partidos-em-2012.html